“Quando as pessoas se importam umas com as outras, sempre dão um jeito de fazer as coisas darem certo.”
~ Nicholas Sparks.  (via romantizar)

Hoje eu só queria ouvir: “eu te procurei pra saber se você está bem”.


“Hoje eu chorei, chorei até os meus olhos pedirem clemência e um pouco de misericórdia. Assenti. Assenti porque até eu não aguento ver-me assim. Você prometeu ficar, cara. Você olhou nos meus olhos e disse que ia tentar.. Era pra ser sincero. Tinha que ser sincero, você não entende? Eu fui sincera com você o tempo todo. Fui sincera quando não gostei de você ter me trocado por um joguinho de merda, por um timinho de merda, por amigos de merda, e que no fim, te trocaram por um cara ricaço e muito mais legal que você. Fui sincera quando pedi pra você parar de comer doces porque, com certeza, aquilo iria te fazer mal, e olha o que aconteceu? Você é diabético. Fui sincera quando pedi para você economizar nas contas do mercado e nas lojas, e olha onde seu nome foi parar? No Serasa. Fui sincera quando pedi pra você parar de beber um pouco, você estava ficando louco. E olha o que aconteceu? Está nos alcoólicos anônimos. Fui sincera quando pedi pra você dirigir um pouco devagar, e sempre alegando que o caminho não iria fugir de você. E o que aconteceu contigo, de novo? Foi parar no xilindró por não pagar as multas. E quem foi te tirar de lá, quem? Eu. Confesso. Eu estou chorando, mas chorando por dó. Dó de mim que fui tão tola de ficar do seu lado, quando você estava pousando suas asinhas do lado de outro alguém. Você está todo fodido, cara. E dessa vez, não vai ser eu quem vai te salvar. Não mais.”
~ Objetivar, você foi embora.. Levantei as mãos para os céus e agradeci.  (via objetivar)

“Não importa o quanto eu lute, não posso negar, simplesmente não consigo deixar você ir.”
~ Backstreet Boys.  (via renato-07-12)